sexta-feira, setembro 14, 2007
Todos falam da atitude de Scolari e esquecem-se que a história teve também outro protagonista.

Aqui ficam a saber algumas das "boas" atitudes deste "exemplar" jogador.

Já agora gostei da atitude dos jogadores portugueses que emitiram um comunicado em defesa do selecionador mas desvinculando-se da Federação.

«Luiz Felipe Scolari é e será sempre para nós um hino à liderança, respeito e humanismo e tem o nosso apoio sempre e agora especialmente neste momento mais difícil», refere o texto da Parceiros da comunicação que cita os jogadores.

Os futebolistas recordam que «é com orgulho que os jogadores da selecção nacional representam Portugal sob orientação de Luiz Felipe Scolari, o mesmo a que Portugal chama o seleccionador do Povo».

«Vamos todos juntos defender o nosso lugar no Euro 2008, cumprindo o objectivo comum a todos», conclui o texto, assinado por Ricardo, Quim, Bosingwa, Paulo Ferreira, Miguel, Bruno Alves, Jorge Andrade, Fernando Meira, Pepe, Caneira, Petit, Raul Meireles, Maniche, João Moutinho, Tiago, Deco, Simão Sabrosa, Cristiano Ronaldo, Quaresma, Nani, Nuno Gomes, Hugo Almeida e Hélder Postiga.

9 comments:

elvira disse...

Em vez de mandarem cá para fora comunicados por encomenda, melhor seria que jogassem quando estão em campo. Que suassem a camisola que dizem ter orgulho em usar. Isso sim, seria o melhor apoio ao selecionador.
Um abraço

Repórter disse...

Os jogadores defendem Scolari porque têm "culpas no cartório".
Scolari, perante um comportamento inadmissível, "apela" aos seus pupilos.
E estes, como se sentem culpados pela má campanha, apoiam o seleccionador.
Fica-lhes bem e ninguém desconfia.

Sobre o sérvio, o tal Dragutinovic...
Se fossemos por aí, andavamos sempre à pancada.
Porque há muitos jogadores como ele.

Aposto que se tivessemos ganho não havia Dragutinovic que tirasse Scolari do sério.

Espectacologica disse...

Lá venho eu contrariar os comentários no blog da minha amiga...

Ora portanto, não interessa para nada o facto dos jogadores terem estado de férias e terem alguns mudado de clube. Claro está que os jogadores devem estar sempre em forma e não interessa para nada, concerteza, o facto de jogarem com uns e habituarem-se a jogar com outros duma forma perfeita.

Coitadinhos dos jogadores que ficam à mercê de quem os julga pelo que ganham e porque ganham bem têm sempre que jogar bem e nem interessa para nada, concerteza e mais uma vez, serem homens e terem vidas pessoais e fases e o caneco...

Gostava tanto de ver estas exigências de perfeição com os políticos, pois gostava, mas claro que esta classe ganha bem e se não faz melhor é porque não têm possições definidas num qualquer campo de futebol.

Volto a dizer que só quem nunca formou e liderou uma equipa é que julga estes jogadores desta maneira tão cruel, tipo suem, suem que não fazem mais nada que a vossa obrigação e é por estas e por tantas outras que somos todos pequenininhos porque para receber uns 600 € mensais, basta que se cumpram 40 horas de trabalho semanal que bem podem ser passadas a ler revistas cor-de-rosa, ou jornais desportivos em qualquer lado da empresa.

Estou sem paciência, é um facto...

Pitanga disse...

Quem conhece Scolari sabe que ele é responsável pelos seus atos e não precisa se esconder atrás de ninguém. Lembram-se da atitute de Zidane frente ao Materazzi? Bonita, não? E ele é europeu e vive no século XXI e coisa e tal...
Amigos não confundam as coisas.Os times portugueses estão cheios de treinadores que nem falam a nossa língua!

Beijos e Viva a Seleção!

elvira disse...

Ora bem, quando eu digo que suassem as camisolas, digo-o consciente. Porque não raras vezes se vêm jogadores, que não jogam nada na selecção á 4ª feira, e que no Domingo jogam com gana, com raça, nos seus clubes. Segundo,nunca ganhei 600 euros e cheguei a trabalhar 12 horas por dia. E numa cabine de pintura com uma pistola de litro na mão. E sim quem dera os tais seiscentos euros,
mas eram só 400.
Terceiro, o próprio Scolari disse o ano passado, que queria na selecção o mesmo jogador que jogava em determinado clube, e não um diferente. E não só esse mas todos. Creio que não é preciso ir agora perguntar-lhe o que ele queria dizer com isso.
E 4º, posso ser pequenininha, mas orgulho-me de dar sempre o meu melhor e ganhar o meu pão sempre muito sofrido.
Por isso e porque tenho orgulho em ser portuguesa, sinto-me no direito de exigir a quem representa o meu país, que o represente com dignidade.
Concordo que alguns não estejam em forma, mas não acredito que nos muitos portugueses que jogam nos diversos clubes, cá ou lá fora, não se encontrem outros em boa forma. Ou será que temos que naturalizar uma equipa inteira para nos representar?
Bom fim de semana

Repórter disse...

Se me é permitido, gostaria de deixar esta questão: se Scolari disse que não fez nada, que se limitou a levantar o braço, veio pedir desculpa de quê?

Pitanga disse...

Ih, isto aqui está diferente ou entrei no blog errado?

Dina disse...

Não D. Pitanga é o mesmo apenas mais simples e mais colorido.

Pitanga disse...

O meu também já foi assim verdinho, mas como sou do PORTO achei que um mar azul calhava melhor. heheh
Está fixe!

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue