quarta-feira, junho 06, 2007

Sempre tive poucos amigos.
Sempre tive muitos conhecidos.
Sempre fiz a distinção entre amigo e conhecido.
Tive amigos que me apunhalaram pelas costas...
Tive amigos que me usaram para atingir determinados objectivos.
Tive conhecidos que tentaram fazer o mesmo...
Os que eu considerava amigos conseguiram magoar-me...
Tenho amigos que o são incondicionalmente.
Uns desde sempre, cresceram comigo e continuam lá mesmo que não nos encontremos...fisicamente, durante anos a fio.
Outros são meus amigos há menos tempo.
Mas é apenas uma diferença de tempo...não de intensidade de sentimentos.
Já fiz amigos incondicionais ao primeiro olhar.
Também já me aconteceu detestar ao primeiro olhar.
O meu conceito de amizade é hoje diferente do que era há alguns anos.
Nem melhor nem pior...apenas diferente.






8 comments:

Para sempre, Maria disse...

A minha amiga de sempre ligou-me há uns dias. Não falava com ela há quase 2 anos e meio. 3 segundos depois de atender falavamos como se tivessemos ido às compras no dia anterior. É por isso que a considero uma vedadeira amiga.Conhecemo-nos desde os 4 anos.
Beijo

Espectacologica disse...

Tás a fazer um balanço? :)

Os aniversários são lixados... ;)

Beijos

Repórter disse...

Gostava que aqui estabelecesses o teu conceito de amizade.
Obrigado.

MariaFaia disse...

Olá Dina,

Interessante o seu artigo sobre Amizade.
Vou deixar-lhe aqui uma quadra que li há muitos anos, já não sei onde, mas que nunca mais esqueci pela veracidade do seu conteúdo.
"Contigo em contradição, pode estar um grande amigo.
Duvida antes dos que estão sempre de acordo contigo."

Esta máxima é muito verdadeiro, salvo melhor opinião. É que os amigos apoiam-se sempre que precisamos de apoio, quer esse apoio se traduza numa chamada de atenção, num carinho ou num sorriso.
Gostar das pessoas é ser verdadeiro e querer o melhor para elas...

Beijo

Anónimo disse...

Olá!

Hoje em dia tens um conceito de Amizade diferente!?!? ou vês o Mundo de uma forma mais tolerante!?ou como eu costumo dizer, (com olhos tolerantes)

Gostei muito da quadra, da mariafaia, porque considero ser uma grande verdade...

Beijinho,

Donzília

palixa disse...

Ola
Beijinhos especiais para a Aldina - Dina.
Agradeço a passagem pela bruma, pela paulae pelos olhares-meus.
Já conheces o outro - a-la-minute - leva-te por lá. que vais gostar.
... a árvore está no castelo - ve-se assim junto da escola da Boa-fé.
Beijinhos e Felicidades

Paula

Dina disse...

Maria há amizades que nem o tempo consegue destruir e é tão engraçado quando ao fim de um certo tempo se falarmos com essas pessoas voltamos a pegar na conversa como se esse tempo não tivesse existido...
São...ando assim a modos que...houve algo que me descompensou e ainda não consegui recuperar...
Reporter acreditas que neste momento acho difícl expressar por palavras o meu conceito de amizade? Mas prometo que numa ocasião mais fácil para mim vou tentar fazê-lo...
Maria Faia essa quadra é de António Aleixo o sábio poeta popular algarvio e é uma grande verdade.
Donzília acho que não estou mais tolerante mas sim mais exigente. É verdade hoje exijo mais dos meus amigos do que há alguns anos mas talvez porque esses tais amigos que me apunhalaram pelas costas me obrigaram a isso...
Paula é sempre um prazer fazer-te uma visita nos teus cantinhos...vou já espreitar esse que não conheço.
Beijinhos a todos!

Repórter disse...

Dina
Não me custa a crer que sintas amizade. Apenas gostaria que a definisses.
O que não é fácil. Eu sei.
Bjs.

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue