sexta-feira, maio 04, 2007






...de brandos costumes à beira-mar plantado!
Uma idosa querendo ficar um pouco mais bonita mas sem ter dinheiro para isso, talvez porque a reforma que recebe é miserável, resolveu "desviar" um creme que custava 3.99€.
Nada de mais já que segundo parece é normal nos estabelecimentos comerciais muitos produtos sairem à socapa...
Sempre ouvi o povinho dizer que "vergonha é roubar e...ser apanhado" e a Sra foi .
Mas o mais giro desta estória é que o Estado português vai gastar umas largas centenas de euros a julgar esta senhora em tribunal.

Ora vamos lá fazer as contas.

Advogado oficioso:

O Estado paga 264 euros ao advogado por cada vez que aquele comparece em tribunal. Tem ainda de pagar as respectivas despesas e suportar as custas judiciais, já que a arguida fez prova de insuficiência económica.

Só em fotocópias para o processo já foi gasto muito mais que o valor do creme que a Sra desviou e que entretanto foi obrigada a devolver. (sendo assim não usufruiu do produto do roubo)

Quanto custam por dia os funcionários que têm que tratar deste processo? Também temos que contar com isso...
Se fizermos as contas por alto chegamos facilmente à conclusão que mais valia estarem sossegados e mandarem a senhora pra casa de mãos a abanar e com um valente raspanete!!

Mais pormenores no Correio da Manhã



7 comments:

Repórter disse...

Uma vez mais começamos uma história pelo fim.
A senhora roubou por necessidade. Não desviou, roubou. O valor do produto não interessa.
Um creme não é um bem indispensável. Se fosse, eu compreendia o gesto que seria de desespero.
Neste caso, abro uma excepção para chegar onde quero.
Não interessa o valor do creme, como já disse, nem o que o Estado vai gastar com o assunto.
O principal é isto: as reformas de miséria que se observam no nosso país.
A partir daqui, minha amiga, pouco há a fazer.

Eskisito disse...

Tenho de concordar com o reportér. Não era um artigo de necessidade básica. Mas, é ridículo ver o dinheiro que se manda pela janela neste país.
E, neste caso, que tal porem a senhora em trabalho comunitário...seria uma pena barata e traria algo de bom a todos.

Dina disse...

Mas o que me parece ridículo é que se gaste tanto dinheiro para levar a sra a julgamento quando há formas bem mais baratas de resolver a questão. O Eskisito apontou uma...será que o juiz não sabe o que isso é?

Para sempre, Maria disse...

E nós a pagarmos estes repentes de justiça desasados!

Para sempre, Maria disse...

Adoro esta música...é daquelas que fazem logo correr a lagriminha.

Dina disse...

Esta música faz parte da banda sonora do filme A cidade dos Anjos...

Para sempre, Maria disse...

Eu sei...até o tenho em VHS e DVD...é "daqueles" não é?

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue