quinta-feira, agosto 02, 2007

Desejo carnal, aliviar uma enxaqueca ou mesmo a vontade de transmitir uma doença ao parceiro, estão entre as 237 razões para fazer amor citadas num estudo que questiona o estereótipo das diferenças entre homem e mulher relativamente ao sexo.


O estudo foi realizado junto de 1.549 estudantes entre os 18 e 22 anos da Universidade do Texas e baseia-se nas respostas a um questionário que detalhava 237 razões que levam as pessoas a fazer amor.

Os participantes indicaram, por exemplo, que tinham relações sexuais por "aborrecimento", para "ter uma promoção", "celebrar uma ocasião especial", "fazer desaparecer uma enxaqueca" ou ainda "sentir-se mais próximo de Deus".


Alguns dos motivos para fazer amor eram também "muito chocantes" como "o desejo de infectar alguém com uma doença sexualmente transmissível".


3 comments:

Repórter disse...

O limite era entre os 18 e os 22 anos?
Olha se em Portugal fizerem um estudo desses, sugiro que estendam a idade para eu me poder pronunciar.

Bom dia Dina

Azul disse...

Eu concordo com o repórter.
Então mas isso lá é faixa etária de jeito?
Depois admiram-se com as 237 razões enunciadas!

Bjufas gandes!

Tiago disse...

LOL! Este undo ta perdido! Mas tbm acho que deviam alargar a faixa etária, afinal, não são só os "jovens" que gostam destas coisas! EHEH

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue