domingo, novembro 18, 2007





Já há algum tempo que andávamos a fazer planos para remodelarmos algumas coisas cá em casa.
A cozinha que temos agora foi toda ela já remodelada por nós mas agora queremos mudar outra vez e refazer totalmente a casa de banho, além de outras pequenas coisas como o chão da sala.
Começámos por pedir um orçamento a "alguém amigo" porque pensámos nós, erradamente ,que não seríamos enganados e o trabalho ficaria feito em condições.
Tenho um anexo, onde além do escritório do marido tenho uma divisão que serve de arrecadação e onde por vezes, consoante cai a chuva devido ao vento, entra água junto a uma das paredes. Para resolver a situação teria que se isolar melhor porque da outra vez em que ele fez isso não resolveu o problema. Pensámos que construindo um corta fogos, ou seja uma fileira de tijolos junto à parede talvez a água deixasse de se infiltrar.
Então o orçamento incluía esse trabalho e a renovação da casa de banho que neste caso implicava retirar tudo o que tem, picar um pouco as paredes, colocar azulejo e colocar novo chão. O resto é só fazer as ligações porque as canalizações e os esgotos já lá estão.
Tudo o resto não era com ele por isso achámos nós que o orçamento seria acessível ao dinheiro de que dispomos.
Agora imaginem a minha cara de espanto quando esse "amigo" me pediu...2.500 euros apenas pela mão de obra porque o material já nós comprámos.
O corta-fogos faz com calma numa manhã porque a área é pequena.
A remodelação da casa de banho, começou por ser feita em 4 dias mas depois já nos disse que se calhar precisava de mais tempo...mesmo que demorasse 8 dias a fazer estas coisas ganharia por dia 312,50€, ah e claro que era preço de amigo segundo as suas palavras.
Resultado resolvi contratar alguém que apenas conheço de vista e leva-me por todo o trabalho um pouco menos do que esse amigo me levaria por 2 dias...
Como é possível?
Porque me cobra um preço razoável por cada hora de trabalho e segundo as suas previsões deve fazer tudo em 5 dias.
Ah e segundo informações de várias pessoas que o conhecem bem, é uma pessoa que faz um trabalho muito bom.
Com amigos destes quem precisa de inimigos?
Ah e claro que com o dinheiro que me vai sobrar do inflacionado orçamento dele ainda vou conseguir fazer mais umas coisitas...que não tinha pensado antes.

Sabem o que mais me custa?
É que nós consideravamo-los, ele e a família, mesmo amigos.
Há algum tempo juntei coisas de 3 casas, a dos meus sogros que tinham falecido, a nossa aqui e a minha de Elvas. Estão a imaginar as coisas em triplicado? Pois era...
Televisões que davam quase para montar uma loja, aquecedores, aparelhagens, dvd's, roupas de cama e banho, cortinados, móveis, louças...
Tudo isso lhes foi dado com o maior prazer, quando poderia ter sido vendido tal como vendemos outras coisas.
Acho que merecíamos alguma consideração da parte deles e não queríamos que nos fizessem nenhum preço especial pelo trabalho, apenas que não nos tentassem "chupar" o dinheiro . Se todos os outros a quem pedimos orçamento nos levavam muito menos e não nos conhecem de lado nenhum porque razão eles não o conseguem fazer?
Às boas conseguem tudo de mim, e já conseguiram muito, a partir de agora nem um grão de sal.
Detesto sentir-me explorada...para isso já temos o governo!


Nota: Fotos das áreas a remodelar.

14 comments:

sa disse...

olha a aldina a dar tao-tao no "pedra"... lololol
vizinhos é sempre assim... é tudo muito bonito até que um dia...
beijinhos

elvira carvalho disse...

Bem amiga lamento desiludi-la, mas eu nunca pediria a um amigo orcamento para um trabalho desses. Isto porque quando há dez anos comprámos a casa, fizemos uma remodelação de raíz em que pedimos orçamento a um amigo que nos pediu mil contos pelo trabalho (em 1997 não havia ainda euros). Entregámos-lhe a obra, não pôs nada de materiais que foi tudo comprado por nós. Disse-nos que estava pronta num mês, e cada vez que lhe aparecia um trabalho para fazer, inventava que estava doente e ia trabalhar para o outro lado. E o mês estendeu-se por 90 dias.
Uns tempos depois uma vizinha fez o mesmo tipo de remodelação com outra pessoa, que fez o trabalho em 26 dias e lhe levou 750 contos.
A partir daí nunca mais. Como dizia a minha avó, amigos,amigos, negócios à parte.
Um abraço e obrigada por ter assinado o meu livro

Rui Caetano disse...

Por vezes, e não são poucas, os amigos não servem para nos fazerem trabalhos profssionais, amigos é só para praticarmos as amizades descomprometidas com outras responsabilidades.

Ninica disse...

É verdade, com amigos assim.....Mas aprendeste então a lição, com amigos é só socializar..
Eu teria feito o mesmo que tu, até porque preferia dar o dinheiro a alguém que conhecesse e se calhar até precisava a alguém que eu não conhecia...mas se calhar também o fazia porque ainda não levei assim uma pezada desse tipo.
Beijos e boas obras!

Dina disse...

Sa- tu é que tens a culpa...ah pois é!! ehehehehe!!
Elvira pelos vistos aconteceu-lhe o mesmo...também não volto a cair noutra!!
Rui mas por vezes e porque sabemos que o dinheiro para o lado deles até anda curto achamos que dar-lhes esse trabalho os vai ajudar a melhorar a situação...
Ninica...tu não cais nessa, olha que já somos duas a ficar enganadas, já sabes que isso é meio caminho andado para se acabar a amizade.
Beijinhos a todos!!

Pitanga disse...

Amigos são para sentarmos e tomar uns copos. Eles acabam sempre confundindo as coisas e quem leva a pior somos nós. Também devo entrar em obras esta semana. Valha-me Deus que não gosto nada.

beijos

Para sempre, Maria disse...

Podias era aproveitar para aprender a fazer isso SOZINHA! Isso é que era! És tão jeitosa!
beijo

htsousa disse...

Realmente, em questões de construção e remodelação, negociar com amigos costuma dar muito mau resultado.
Trabalhei alguns anos neste sector e, a verdade, é que são nestes negócios que eles conseguem maior margem porque a concorrência é dificultada pela relação pessoal. Não fazem por maldade, é onde realizam os melhores negócios... mas é triste.
Por experiência própria, peço sempre dois orçamentos independentes e só depois levo a um amigo, dizendo: "Já tenho dois orçamentos, mas prefiro dar-te a ti. Faz-me um orçamento para eu comparar com os outros."

Mas, nestas coisas, a primeira vez levamos todos no pelo, e aprendemos para a próxima.

Beijinhos

Azul disse...

Eu conheço um Azulo , que te fazia isso por muito menos de metade, e bem feito! E rapidamente.
Mas já estou como a Marialinda: tu és tão jeitosa, conseguirias fazê-lo na perfeição!

Dina disse...

Agora querem transformar-me em pedreira?? Devia ficar uma obra...bem feita!

Dina disse...

hsousa...à primeira todos caem...e já aprendi a minha lição.

Repórter disse...

Experimentaste pedir um orçamento ao Ministério das Obras Públicas?
É que aqueles senhores trabalham bem e barato.

Mais a sério.
Nunca se faz o que fizeste.
Tiveste uma desilusão.
Caso contrário, o amigo e família ainda te ofereciam uma prenda no Natal.

Dina disse...

Ai Reporter...quem é que precisa de prendas depois disso? Uma ricas prendas me saíram eles.
Se fosse pedir aos do governo também não me saíriam muito mais baratas...e olha que hoje tive a prova que andam numa caça às bruxas!

Repórter disse...

Ah pois andam!

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue