quarta-feira, julho 04, 2007
Por volta da meia-noite e meia hora lá resolveram ir embora e eu respirei aliviada.
Fui verificar se tinha tudo o que precisava durante o tempo em que ia ficar na maternidade.
Tudo em ordem...e as contracções seguiam mas não notava grande desenvolvimento.
Por volta da uma da manhã resolvi que estava na hora de ir andando...isso mesmo andando para a maternidade.
Imaginem a cena...de malinha na mão a pé para ajudar a fazer a dilatação...

Fui cedo demais porque passei o resto da noite a embalar os filhos das outras que estavam na mesma enfermaria. Não quis ir para um quarto porque na altura eram bem caros e achei que não ia ser mais rápido por isso.

8h -troca de turnos, sai uma equipa e entra outra.

9h-A parteira que tinha acabado de entrar olha pra mim e pergunta.

A que horas entrou?
Quando lhe disse a resposta foi:
E ainda aí está assim? Venha lá comigo. Vou ver como é que está se por acaso estiver atrasado ou achar que precisa de outros cuidados chamo já o seu marido e mando-a para Badajoz.

Porquê? Porque em Elvas nessa altura não estava nenhum médico de serviço na Maternidade, tinha ido de férias.

Depois do exame que diga-se não foi nada meigo...ela sorriu e disse-me:

Está tudo bem e vamos já resolver o seu problema.
Não era outro que a dilatação não avançar...deu-me 2 comprimidos muito pequeninos e disse-me que já não ia almoçar.

11h30 hora da visita-rebentaram-me as águas...o que foi uma chatice porque as visitas minhas e das outras parturientes tiveram que sair da enfermaria para me mudarem a cama.


14h-Já não aguentava mais e lá vou eu de novo andando para a sala de partos.

A parteira chama o resto do pessoal e passados uns 15 minutos estava tudo pronto para a chegada do meu 2º bebé que não sabia se ia ser menina ou menino. Pois é, ecografias nessa altura...por aquelas bandas, nem pensar.

Quando a parteira passado uns minutos me diz...o bebé tem que nascer já porque está com dificuldades de respiração...deu-me uma dor e eis que lá vem ela disparada.
Se a parteira não lhe deita rapidamente as mãos ia parar ao chão tal era a pressa que trazia.

-Mau é outra rapariga...daqui por 2 anos está cá outra vez à procura do rapaz.
A minha preocupação era se estava tudo bem ou não...e ela tranquilizou-me que sim que estava que só a estavam a limpar já me mostrava a criança.

Era comprida com muito cabelo, muito grande,muito preto e todo no ar...
A minha "pelitos" faz hoje 24 anos.
É a minha pequenina...vai ser sempre a minha pequenina apesar de hoje ser um pouquinho mais alta que eu.
Parabéns filhota!!!
Adoro-te!!



10 comments:

paula-travelho disse...

Acabamos de participar das lembranças de um acontecimento Feliz..

Parabéns...

Maria José Rijo
Paula

Sindarin disse...

Olá minha amiga! O prometido é devid e cá estou eu cheia de carinho, alegria e amizade a dar-te um grande beijo a ti e à tua filha e os meus PARABÉNS! Que ela possa concretizr odos os seus sonhs e ser infinitamente feliz. Gostei muito da tua "narração" do que aconteceu há 24 anos está muito original e bonito. Deves estar muito orgulhosa dela. Que possam sempre ser unidas e que esse amor se mantenha pela vida fora. Mil beijinhos. Bom dia para as duas.

Espectacologica disse...

Dá-lhe beijinhos meus e parabéns meus também! :)

Beijos!

Repórter disse...

Olá Dina
Parabéns pelo acontecimento.
Tens uma filha gira.
Espero que saudável também, porque isso é o mais importante.
E, sabes, elas(es) são sempre e serão as(os) nossas(os) meninas(os).
Sempre.

Um beijinho para ti. E dá outro à tua filhota.

Eskisito disse...

Acho piada ao facto das mães se recordarem sempre do dia do nosso nascimento como algo bonito, e não algo cheio de dor e sofrimento.
Parabéns à Júnior (ninguém faz 24 anos).

Dina disse...

A todos obrigado.
Eskisito como é que queres que uma mãe recorde esse dia? Tem que ser com muita felicidade. O sofrimento? Qual sofrimento? Aquelas sensações a que chamamos dores são logo esquecidas e só nos lembramos das coisas boas.
Beijinhos a todos!

Para sempre, Maria disse...

Espero bem que sejam esquecidas...é que senão nunca mais lá me apanham!Eu só vou pedir drogas e injecções por todo o lado.Lido muito mal com a dor...eu e a depilação já é um stress...

Parabéns à menina da mãe!

beijo

Dina disse...

Maria ninguém lida pior com a dor que eu e como vês passei por isso 2 vezes e tinha passado ainda mais se a vida fosse mais fácil...
Vais ver que quando isso te acontecer olhas para aquela coisinha fofa e linda e esqueceste do resto. Acreditas que me custou mais quando o meu neto nasceu? É pior estar nesse papel, pergunta à tua mãe...

Franky disse...

Parabéns Dina, para ti e para a tua filhota, eles são realmente o nosso orgulho. A obra mais perfeita que nós mães, conseguimos fazer.

Anónimo disse...

Desculpa o atraso, os meus PARABÉNS às duas;)

Beijocas,

Donzília

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue