sábado, junho 13, 2009
Por vezes basta um cheiro para nos fazer andar para trás no tempo.
Dei por mim a pensar que hoje até as flores que vejo nos jardins e quintais são diferentes das que existiam na minha infância.
Resolvi procurar e consegui encontrar fotos de algumas...será que se lembram delas??
A primeira foto é duma flor a que a minha mãe chamava Paraíso...foi o seu cheiro, ou a lembrança dele, que despertou em mim estas recordações!!


Paraíso...


Lilases


Lírios do campo



Não sei o nome destas...mas eu chamava-lhe cãezinhos. Não sei porquê!!



Os gladíolos ainda vão aparecendo, pelo menos nalgumas floristas!



Goivos também nunca mais vi nenhuns...



Narcisos...



Mimosas...tinha uma no quintal ao lado. Era enorme e por isso parte dos seus ramos caíam para o nosso quintal.

Recordar é reviver...

Adenda-Se clicarem no paraíso por baixo da foto...vão descobrir um bocadinho do Alentejo...um verdadeiro paraíso!

21 comments:

Júlia Galego disse...

Os seus cãezinhos são mais conhecidos por bocas-de-lobo.
Vim retribuir a visita e gostei muito de ver que temos algumas coisas em comum: signo, gosto pelas flores, Sporting, blogues e, claro, alenjanas...
Cumprimentos

Júlia Galego disse...

Quis escrever alentejanas...

Observador disse...

"Another day in paradise".

É o que me fez lembrar este "post".

Dina disse...

Júlia, descobri o seu blogue por acaso ontem à noite e perdi-me nele...
Campo Maior traz-me muitas e boas recordações. Foi lá que pela primeira vez enfrentei uma sala cheia de alunos!

Júlia Galego disse...

Afinal há outra coisa em comum: também eu fui professora (ainda continuo, mas numa modalidade informal...)

elvira carvalho disse...

Também me lembro de muitas delas. Fizeram também parte da minha juventude.
Aquelas que sua mãe chamava cãezinhos, minha mãe tinha sempre perto de casa, e chamava-lhes bocas-de-lobo.
Um abraço e tudo de bom

lilipat2008 disse...

A minha mãe é doida por flores...realmente há muito tempo que não a oiço falar em goivos...gladíolos ainda se vêem nas igrejas...:)

bjs

Pitanga Doce disse...

Dina ainda hoje não posso te ler com calma maaas fui ao "paraíso" e volto amanhã. Posso comentar lá também???

Há bolo cá em casa hoje, mas não é meu.

beijos e vou virar o assado.

Dina disse...

Júlia podemos acrescentar a Geografia??
Pelo que percebi é mais um ponto em comum.

Dina disse...

Elvira, quem chamava cãezinhos a essas flores era eu...mas já nem me lembro porquê! A minha mãe chamava-lhe se não me engano bocas-de-leão ou de lobo sinceramente já não me lembro muito bem.

Dina disse...

Lili as flores mais antigas praticamente desapareceram para dar lugar às que compramos em vários locais mas que não fazem parte da nossa história visual e olfactiva.

Dina disse...

Pitanga, claro que podes comentar no paraíso da Júlia, penso que os teus comentários a vão deixar muito feliz. Ela vai perceber que há uma brasileira que é mais portuguesa que a maior parte de nós e que gosta tanto do Alentejo como se lá tivesse nascido. Aliás...há algum cantinho deste país de que tu não gostes??
Já vou à arvore...cuscar a festa!!

fj disse...

tenho alguma dificuldade em memorizar o nome das flores...mas conheço-as.
Por onde circulo, por motivos profissionais, ainda vou encontrando, uma vez por outra este tipo de flores...nos pequenos canteiros na frente das portas.
beijinhos


Dinita
tu nem sabes como me "tramaste" com este link...ehehehe!
uma pergunta sobre o rio Xévora anulada...
:))

Dina disse...

FJotinha...que estranho ter escolhido este dia para colocar um link de alguém que gosta tanto de Geografia...não te parece?
Só a do rio Xévora?
Podes substituir por uma relacionada com a Enxara...o quê?? não sabes o que é e onde fica a Enxara??
:):):):)

Pitanga Doce disse...

"Aliás...há algum cantinho deste país de que tu não gostes"??

Há. Aquele que ainda não conheci.

André Miguel disse...

Ai o Alentejo... Haverá melhor lugar?

Pitanga Doce disse...

São todas muito lindas mas tinhas de "atacar" com mimosas? Ai ai! Nas Beiras é caminho sim, caminho sim!

Ah, já fui lá ao paraíso e marquei presença. Se ela ralhar pela invasão, é lá contigo.

Tite disse...

Dinita,

Aqui pelas minhas bandas tens bué de plantas destas.

Até as mimosas, quando sais da A8 na saída 9 na estrada que dá para o Vimeiro tens Mimosas de um lado e outro que na Primavera até apetece passar por ali a caminho de Torres Vedras. É lindo!

Os cãezinhos como tu lhe chamas tenho-os no meu jardim porque o vento mos trouxe e eu chamo-lhes coelhinhos.

Aos gladíolos também os enterrei na terra e todas as Primaveras lá estão eles a dar a dar.

Quanto aos que tu chamas paraísos tenho ideia que por estes campos fora as vejomas chamo-lhes rosas bravas ou selvagens.

E é tudo por agora.

Vemo-nos no 100maisnemenos

Dina disse...

Tité...o Paraíso é diferente dessas que tu chamas rosas bravas, eu conheço essas que tu vês nos campos mas não são a mesma coisa.
O paraíso cheira muito bem!!

Pitanga Doce disse...

O Paraíso tem o céu mais AZUL que eu já vi...

Guidinha Pinto disse...

Os aromas, ai os aromas. Muito bonito este sítio.
Fique bem.

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue