sábado, maio 23, 2009

Mais de um milhão e meio de portugueses sofre de obesidade

• Em Portugal, a taxa de prevalência da pré-obesidade e obesidade é de 53,6 %
• 14% dos Adultos tem obesidade
• 1,4% dos adultos tem obesidade mórbida
• 31 % das crianças e adolescentes portugueses têm excesso de
peso
• A obesidade é a “epidemia do século XXI”

O mais recente estudo realizado em Portugal sobre a incidência da obesidade revela dados alarmantes1: mais de metade da população tem excesso de peso, e destes 14,2 por cento são casos de obesidade.

Ou seja, no nosso país existe já mais dum milhão e meio de obesos, a quem o Serviço Nacional de Saúde não consegue dar uma resposta adequada.
A obesidade, que a Organização Mundial de Saúde considera “a epidemia do século XXI”, é uma doença crónica e constitui um dos mais graves problemas de saúde pública que o nosso país enfrenta. Apesar da incidência ter aumentado para o triplo nos últimos vinte anos, o tratamento da patologia continua a não ser comparticipado, e o SNS só consegue tratar os casos muito graves, a denominada “obesidade mórbida”.

Em Portugal, o excesso de peso atinge também crianças e jovens e é já motivo de preocupação. A prevalência da pré-obesidade e obesidade em idade pré-escolar, escolar e adolescente é de 31 por cento, com 10 por cento de casos de obesidade.

Os problemas decorrentes da obesidade ultrapassaram a questão estética. A patologia está relacionada com um maior risco de doenças e de mortalidade precoce. Nas doenças associadas destacam-se a diabetes tipo 2 e as doenças cardiovasculares. A diabetes tipo 2, que em cerca de 80 por cento dos casos ocorre em obesos, tem prevalência crescente e neste momento já atinge crianças e adolescentes. As doenças cardiovasculares relacionam-se com estas duas condições – obesidade e diabetes – e são, a par do cancro, uma das grandes causas de mortalidade precoce.

Assim, em 2009, o dia 23 de Maio, Dia Nacional da Luta Contra a Obesidade, transforma-se, por iniciativa da ADEXO - Associação dos Obesos e Ex-Obesos de Portugal, em Dia Nacional de Luto pela Obesidade. Carlos Oliveira, presidente da ADEXO, afirma que “estamos de luto pelas cerca de 9 mil pessoas com obesidade que, desde 2004, morreram e continuam a morrer nas listas de espera para consulta e nas listas de espera para cirurgia de tratamento da obesidade. Estamos de luto, não porque não se tenha feito nada, mas sim porque nada do que está feito que necessite de investimento é implementado pelos serviços do Ministério da Saúde”.

Hoje tenham um pensamento positivo para todos aqueles que por causa da obesidade já não estão entre nós e gritem bem alto que esta situação tem de acabar.


Mais uma vez os serviços do Ministério da Saúde atrasaram a entrada em funcionamento dos Centros de Tratamento da obesidade para Setembro ... a confirmar.

6 Anos passados sobre o inicio deste processo é vergonhoso o que estão a fazer com o tratamento duma doença crónica reconhecida que mata cerca de 1500 pessoas por ano.

Assim não há razão alguma para comemorar o Dia Nacional, por isso decidimos fazer uma vigília pelas cerca de 9000 pessoas que perderam a vida devido a esta doença desde que em 2004 ela foi reconhecida como a epidemia do século XXI.

Hoje, 23 de Maio de 2009, estaremos de LUTO

http://www.adexo.pt/

2 comments:

Tite disse...

Olha Dina,

Este assunto não tem mesmo nada a ver connosco.
Obesidade????
Bahhh!!!
Apenas uns quilitos a mais...
Nada que um bom chá não consiga reduzir.

Beijos

Ovinho Estrela(do) disse...

É verdade.

A obesidade cada vez mais é um síndrome...

Exceptuando os casos em que as pessoas são obesas por serem verdadeiramente desestruturadas a alimentar-se... Para nem lhes chamar "alarves", que sou pouco dada a vocabulário brejeiro...

Mas casos há em em que a obesidade é consequência de disfunções graves, bem como o oposto: a magreza efectiva...

Em todas as situações, as pessoas precisam de um sério acompanhamento. As primeiras de uma boa educação alimentar e forte vigilância por parte da sua própria consciência.
E as segundas, de muito apoio médico e familiar.

Eu não sou gorda (agora é a parte em que brinco e me gabo, coisas que gosto imenso de fazer!!! eheheh).
Mas tenho uma estrutura da típica mulher "parideira", ou seja, anca bem definida. O que, com uns fritos a mais e bolinhos e refrigerantes, faz com que me torne roliça assim naquela parte do rabiote, o eterno trauma das falsas magras!!! ehehehhe

Agora ando equilibradinha fisicamente, uns quilos foram abaixo por andar com muito trabalho, preocupações e por um excesso de desgaste psicológico e físico... Mas estou uma jeitosa na mesma!! :D ehehehhe

Ando bem contente é por poder vestir as minhas roupinhas coloridas e bonitas do Verão passado!! Durante quase 3 meses andei de pijama e chanatinhas!! ficou a colecção acabadinha de comprar na gaveta... :(

agora mal vejo um raio de sol, lá ando toda "la la la" com as minhas t-sihirts novas do ano passado, calças de sarja a condizer, casaquinhos fofos curtinhos!!
Uma vaidosinha!!
Mesmo roliça e com quilos a menos cá ando a maneirar-me!!

(Ando tão contente por estar a estrear as minhas roupas do ano passado que acho que conto isto a toda a gente, credo!!! Desculpas a quem lê isto em todo o lado!!)

beijo!

:)))))))

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue