domingo, janeiro 11, 2009
Por muito que se disser
O fado não é canalha
Não é fadista quem quer
Só é fadista quem calha

O destino é linha recta
Traçado à primeira vista
Como se nasce poeta
Também se nasce fadista

O fado é sexto-sentido
Que distingue o português
Para ficar aprendido
Basta cantar-se uma vez

Soa a guitarra cantando
A alegria que fingimos
O fado que nos cantamos
É sina que nos cumprimos

Como vês Pitanga a culpa não é tua...os genes estão lá, correm-te pelas veias e por mais que tentes não vais conseguir fugir ao teu destino.
Saudade e Fado andam sempre de mão dada. (Não te esqueças de desligar a rádio para veres e ouvires o que se segue.)



O tempo corre e com ele chega a saudade...mas também se aproxima mais rapidamente do dia em que a saudade pode ser mitigada...



E entre sono e sonho...aproveita e vive o que tens à mão.



A saudade a bater...uma dor que a doer é só minha...



Lembra-te que mesmo que demores...aguardamos-te ao chegares.



Lembra-te sempre que por mais que tentes...não podes desenhar um mapa no lugar do coração...

Mas se o fado é destino...um dia ele pode ser alterado. O destino pode sempre ser mexido e a sorte ser mudada...


Por mais que tentes esse amor...é eterno e até ao fim do fim vai andar agarrado a ti.
Este não tem a ver com a história que construí para ti mas é o meu preferido e por isso é com ele que termino.

3 comments:

Pitanga Doce disse...

Dina, esta foi sem dúvida uma das maiores demonstrações de amizade que já recebi. E como me conheces tão bem! Os fados são mesmo à medida e a frase
"Lembra-te sempre que por mais que tentes...não podes desenhar um mapa no lugar do coração"..., foi feita pra mim.

Já o último fado da "história que construiste para mim" tem tudo o ver, sim.

"Até ao Fim do Fim"
Para ti pensar a dois é uma prisão
Pra mim é a única forma de voar"

...........................
"Então está tudo dito"....

Este fado já o tinha visto a Ana Moura a cantar num clipe na SIC Internacional e fiquei a prestar atenção na letra da música.

beijos e obrigada. Muito mesmo!!!
Ainda havemos de nos encontrar. Tem de ser!

lilipat2008 disse...

Lindo post...pela demonstração de amizade e pela boa música que nos proporcionaste. Adoro Ana Moura...a sua simpatia, simplicidade, beleza e, acima de tudo, a sua voz...adoro...:)

bjitos

Angelik disse...

Bonita dedicatória!
Beijocas

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue