quinta-feira, julho 24, 2008


Por vezes algumas pessoas têm uma noção estranha do que é um bom livro.
Para mim um bom livro é aquele que me prende do princípio ao fim e que me ensina algo novo.
Não tem necessáriamente que ser escrito por alguém de renome.
Acabei hoje de ler este livro.
Gostei muito.
Aborda um tema difícil, aliás um não dois...mas para perceberem quais são nada melhor que lerem ...A Ilha

Sinopse

Num momento em que tem que tomar uma decisão que pode mudar a sua vida, Alexis Fieldings está determinada a descobrir o passado da sua mãe. Mas Sofia nunca falou sobre ele, apenas contou que cresceu numa pequena aldeia em Creta antes de se mudar para Londres. Quando Alexis decide visitar Creta, a sua mãe dá-lhe uma carta para entregar a uma velha amiga e promete que através dela, Alexis vai ficar a saber mais, vai ficar a saber tudo o que copiuo da wb. Quando chega a Spinalonga, Alexis fica surpreendida ao descobrir que aquela ilha foi uma antiga colónia de leprosos. E então encontra Fotini e finalmente ouve a história que Sofia escondeu toda a vida: a história da sua bisavó Eleni, das suas filhas e de uma família assolada pela tragédia, pela guerra e pela paixão. Alexis descobre o quão intimamente ligada está àquela ilha e como o segredo os une com tanta firmeza.

4 comments:

OBSERVADOR disse...

"...um bom livro é aquele que me prende do princípio ao fim e que me ensina algo novo."
Concordo em absoluto.

Victoria Hislop é escritora e jornalista. Escreve artigos sobre viagens para o The Sunday Telegraph, artigos sobre educação para o Daily Telegraph e diversos artigos generalistas para a Woman & Home. Actualmente, vive em Kent com a sua família. Depois de publicar o seu primeiro romance, "A Ilha", Victoria Hislop foi aclamada pela crítica e acarinhada por milhares de leitores.

Pelos vistos, a estreia de Victoria foi bem sucedida.

Tite disse...

Agora já percebo porque estiveste ausente durante alguns dias!
Andavas a ler a Ilha!
Gostei de saber e agradeço a dica. Só que hoje em dia, a minha vista cansa-se um pouco com a leitura de livros e obriga-me a fechar os olhos cedo demais. Como não gosto de adormecer fora de horas... desisti de ler livros, coisa que sempre devorei da juventude até ter filhos casados.
Hoje, leio mais as histórias encantadas que as netas gostam e ainda não lêem sozinhas.
jokas

delta disse...

Passei para deixar um beijinho e dizer que vou de férias :)

Durante os próximos dias ... livros...nem vê-los :)

Não vai haver tempo para ler
:)
Tudo de bom

lilipat2008 disse...

Acabaste de me dar uma ideia para uma prenda de aniversário...obrigada

:)

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue