terça-feira, junho 10, 2008

Dentro de cada pessoa
Tem um cantinho escondido
Decorado de saudade

Um lugar pro coração pousar
Um endereço que frequente sem morar
Ali na esquina do sonho com a razão
No centro do peito, no largo da ilusão

Coração não tem barreira, não
Desce a ladeira, perde o freio devagar
Eu quero ver cachoeira desabar
Montanha, roleta russa, felicidade
Posso me perder pela cidade
Fazer o circo pegar fogo de verdade
Mas tenho meu canto cativo pra voltar

Eu posso até mudar
Mas onde quer que eu vá
O meu cantinho há de ir

Dentro...


Carlinhos Brown, Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Cézar Mendes

Foto do Nuno

4 comments:

Tite disse...

Um poema com a palavra saudade dentro... só pode ter um autor lusófono!!!
Lindo...!!!!

Pitanga Doce disse...

Não faças isso, Dina! Eu sou O cantinho.

beijos, e ainda brigam por acordos ortográficos. A gente se entende tão bem!

lilipat2008 disse...

Lindo poema...:D

Dina disse...

Tite, é do Carlinhos Brown e todos esses que aparcem aí e cantado pela Marisa Monte.
Pintaga...eu sei. Acho que eles te conhecem...
Lili, e cantado é ainda mais bonito.
Para ouvirem, não o encontro no YouTube, vão ao Cotonete do Clix, façam uma pesquisa por Marisa Monte e vão encontrar lá pelo menos um bocadinho ou então rezedm para que quando vierem até aqui seja essa a música que toca na minha rádio.

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue