segunda-feira, agosto 18, 2008

Jesualdo Ferreira não atribui a vitória do Sporting à superioridade exibicional do adversário. Para o técnico portista, tudo se resumiu a uma questão de sorte, que nesta edição da Supertaça pendeu para o lado dos leões.

O problema é que a sorte já dura...e dura...até parece que usa baterias Duracell...

7 comments:

lilipat2008 disse...

Como os últimos posts tiveram todos o mesmo tema, aqui ficam neste último os meus Parabéns pela vitória...sou adepta do vermelho, mas prefiro sempre o verde ao azul...
:)

bjitos

elvira carvalho disse...

Não ligue Dina. O homem tem que se desculpar com alguma coisa, não é verdade?
Eu sou portista lembra? E acho que não foi uma questão de sorte, foi uma questão de competência.
Um abraço e chá de casca de cebola, para a rouquidão.

Peregrina disse...

hehe pois é.. desculpas! :)
O que conta é que ganhámos, e ganhámos bem!

Um beijinho de uma outra leoa *

AP disse...

A incompetência é como a morte: tem sempre uma desculpa!

Tite disse...

Os cães ladram, mas a caravana passa!
SL

OBSERVADOR disse...

Não sejam maus.
O Jesualdo tinha indicações (entenda-se ordens) do presidente Pinto para não dar o braço a torcer.
Que melhor desculpa então?
A sorte do adversário, está visto.

mary90 disse...

Olá Dina.
Dura, dura, dura, mas é a "malapata" que o FCP tem com o Sporting.:)
Parabéns pela vitória,foi merecida.
Beijocas.

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue