sexta-feira, setembro 08, 2006
Não tenho via verde porque utilizo pouco as portagens e sempre achei que estava a contribuir para manter alguns postos de trabalho, se não a usasse.
Mas pelo menos uma vez por semana uso várias estradas que o governo me obriga a pagar por lá circular. Esta quinta-feira mais uma vez fiz o percurso habitual. Entrei na A1 no nó de Vila Franca de Xira, depois na CREL e saí no nó de Queluz. E foi aí que tudo se complicou.
Sou uma adepta do multibanco e para não me atrasar mais ( e sem me lembrar que tinha ainda uma notinha de 5€ perdida na carteira) lá fui eu visitar a minha mãe sem parar numa caixa para levantar dinheiro, que aliás nem me fazia falta para nada na altura. Já tinha tomado café, meti gasolina na área de serviço da Crel e mais uma vez usei o multibanco sem qualquer problema.
Qual é o meu espanto quando o sr portageiro com uns maus modos que tiram logo qualquer pessoa do sério me diz:
-Este cartão não serve.
-Porquê? -perguntei eu.
-Porque não passa.
-Tente passar devagar porque mesmo agora o usei e estava a funcionar perfeitamente.
Resposta com os mesmos maus modos:
-Acha que tenho a tarde toda para estar aqui a passar o cartão?
-O problema é seu-respondi-porque eu mesmo agora o usei e estava bom. Dinheiro não tenho, por isso ou passa o cartão mais uma vez, devagar, ou não sei como resolver o problema.
-Mas eu sei, passo-lhe uma factura.
-Posso pagar isso em qualquer sítio?
-Pode.
Está bem-disse eu.
Ele sai da cabine com um papel na mão e eu avancei com o carro para parar junto dele.
Eis que o sr. portageiro, num acto de extrema simpatia, grrr...me diz num tom de voz ligeiramente mais alto do que o considerado correcto:
-Onde é que pensa que vai?
-Fugir concerteza que não que não me apetece dar cabo da frente do carro para partir a cancela e fugir por apenas 3,05€. Lá porque o cartão na sua máquina não quer funcionar não significa que me possa tratar assim.
Já nem me respondeu, deu-me a factura e eu fui praguejando o caminho que me faltava desde a portagem de Queluz até Porto Salvo.
Raios parta...esta gente mal educada que nem percebe que se não fossemos nós possivelmente estavam no desemprego...e mais um chorrilho de coisas que é melhor nem reproduzir.
Amanhã vou já pedir a Via Verde que não estou para aturar gente mal educada, e prá próxima não sei se me aguento sem lhe dar com uma coisa no focinho....e blá,blá, blá!!
No regresso entrei na A5 e saí no nó da Pontinha em direcção à CRIL (sempre é mais barato) e resolvi uma vez mais pagar com multibanco para fazer a experiência.
Salvo erro 75 cêntimos...e funcionou. Estava na disposição de ir pagar a factura numa daquelas instalações da Brisa mas resolvi pagar logo ali e nem me chatear mais com a atitude dum tipo que não sabe falar com as pessoas.
Eis que...na segunda vez que o portageiro (este era simpático) passa o cartão , não funciona. E ele uma vez mais com toda a simpatia explicou-me que aquele é um problema frequente, sobretudo com os cartões daquele banco. Tudo isso de forma amável. E eu paguei em dinheiro a factura de 3.o5€ (entretanto tinha ido levantar não fosse o diabo tecê-las).
Um dos nós que utilizo com frequência (pelo menos quando vou ver a minha mãe e alguém (Jonas) me pede para ir ao Carrefour de Loures comprar Pita Shoarma) é o da Radial de Odivelas.
Deve ser do ar da zona porque todos os que ali trabalham são de uma enorme simpatia. Aliás já tinha comentado isso aqui em casa.
Apesar do que me tinha proposto num momento de raiva, não vou aderir à Via Verde. Pelo menos continuo a contribuir para a manutenção de alguns postos de trabalho. Embora alguns não mereçam há os da radial de Odivelas...que não têm culpa de nada.

4 comments:

Espectacologica disse...

Devias era fazer queixa dele, isso sim! Devias escrever a queixar-te e pronto... nem te chateavas tanto, nem nada! :)
Que pena eu não ter ido contigo... :(

Mas que é engraçado ler estas coisas, lá isso é... :p
beijos

Matilda Penna disse...

Por aqui também aparecem desses estressados e de mal com a vida, aparecem por todo lado...
Acabam com o humor da gente, se acabam!
Beijos e portageiros sorridentes, ;).

delta disse...

Eu juro que não entendo...já não é a primeira pessoa que diz ter andado tão pertinho de mim e não diz nada!!!Bolas!!!Então vieste a Queluz e nem uma palavrinha???Cum caneco!!!

Xanu disse...

Mas eu ando por esses lados muitas vezes. Já vivi na Amadora, estudei no liceu de Queluz, vivi em S. Marços e em Porto Salvo...ou seja essa zona é-me familiar. Um dia combinamos e vamos beber qq coisa juntas (nem que seja uma água)

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue