terça-feira, fevereiro 17, 2009

Por vezes basta apenas uma palavra e quando damos por nós...já estamos noutros tempos, noutra cidade...quase noutra vida.
Hoje aconteceu-me quando alguém me disse que tinha mandado forrar botões.
Quando era miúda muitas vezes me mandaram ir forrar botões, levar meias para apanhar as malhas e tantas outras coisas que hoje em dia entraram em desuso.
A loja do Agapito, a loja do Cevada, a do Salgadinho, a Pimar, a Flôr...e mais umas quantas faziam parte do dia-a-dia da minha cidade nos meus tempos de infância.
Algumas ainda resistem com uma ou outra alteração, outras desapareceram por completo juntamento com o fim das actividades a que se dedicavam.
Já quase ninguém forra botões...e já ninguém manda apanhar as malhas das meias.
Mas que tenho saudades desses tempos...lá isso tenho!!
Hummmm...os bolos da Pastelaria Flôr...

6 comments:

Maria Anjos Varanda disse...

Também me recordo desses tempos...
Aqui na minha cidade havia uma lojinha (por acaso ainda existe) "O Mercado dos botões"...e que jeitão que dava...na altura em que havia as modistas para nos fazerem a roupa por medida...
Era mais chato.....ter de ir às provas umas quantas vezes....mas em compensação não havia quem tivesse exactamente igual.....

Velhos tempos....também tenho saudades de algumas coisas....

Beijos

lilipat2008 disse...

Ainda sou do tempo de mandar fazer a roupa e mandar forrar os botões...hoje em dia fica mais barato e cómodo comprar tudo feito...

:)

bjitos

Pitanga Doce disse...

Minha mãe fazia calças de homem para uma alfaiataria. O que não faltava lá em casa eram botões, mas feios como o caraças. Negro, azul marinho com quatro furos. Ai que nem gosto de lembrar.

Estes que tens na foto são "estilosos". hehe

boa noite Dina

Tite disse...

Tens saudades não do que se fazias nessa altura mas da idade linda que representa a tua saudade.
Eu até aprendi costura e não tenho saudades do que fazia mas da idade em que o fiz 12/15. No ano seguinte comecei a estudar e a namorar. Não é de ter saudades?

Grilinha disse...

Durante este meu ultimo internamento tinha como companheira uma senhora de 71 anos mas muito activa e com uma cabeça "p'ra frentex"

A Srª foi dona de um salão de cabeleireiro numa zona fina de Lisboa.

Numa das nossas conversas ao longo dos dias, lembramo-nos das Srªs que apanhavam malhas nas meias, que forravam botões, sapatos e malas a condizer.

Até parece que ouviste as nossas conversas eheheheh

Luna Cristalis disse...

Muiiito bom adoro recordar

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue