quinta-feira, outubro 09, 2008

Abre os olhos e encara a vida! A sina
Tem que cumprir-se! Alarga os horizontes!
Por sobre lamaçais alteia pontes
Com tuas mãos preciosas de menina.

Nessa estrada da vida que fascina
Caminha sempre em frente, além dos montes!
Morde os frutos a rir! Bebe nas fontes!
Beija aqueles que a sorte te destina!

Trata por tu a mais longínqua estrela,
Escava com as mãos a própria cova
E depois, a sorrir, deita-te nela!

Que as mãos da terra façam, com amor,
Da graça do teu corpo, esguia e nova,
Surgir à luz a haste de uma flor!...

Florbela Espanca


PITANGA...como vês hoje só escrevi sobre coisas bonitas

7 comments:

Tite disse...

A imagem é linda.
O soneto é espectacular.
Espero que a rapariga a quem é dirigida a mensagem o seja também.
Jokas

Bruno disse...

:)

uma grande calipolense: Florbela Espanca

** entao, pra qdo o nosso prometido café? :D

bjokas,
bruno

Maria Anjos Varanda disse...

Bonito poema de Florbela Espanca.

Bjitos

lilipat2008 disse...

Florbela Espanca no seu melhor...e ler este poema com uma música fanástica do Sting de fundo...lindo...:D

bjitos

Pitanga Doce disse...

Coisas bonitas? Só coisas lindas!

"Trata por tu a mais longínqua estrela".

Obrigada, Dina e desculpe não ter vindo antes.

elvira carvalho disse...

Gostei. A Pitanga pediu, a Pitanga levou. E nós ganhamos com isso um belo momento de poesia.
Um abraço e bom fim de semana

fj disse...

a florbela tem destas coisas...
e tu tão bem a soubeste aproveitar...cont de bom fds.
abraço
fj.

Ps: empatámos...com sabor a vitória :)

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue