terça-feira, março 11, 2008
Ainda a propósito da marcha da indignação acho que vale a pena lerem a resposta de um professor a Emídio Rangel.

Carta aberta a Emídio Rangel

(Cliquem aí para ler)

Quem escreve assim...merece o meu apoio enquanto o outro sr quando perdeu tempo a escrever barbaridade atrás de barbaridade valia mais ter estado...a fazer qualquer coisa de útil! (pensavam que eu ia dizer o quê??)

7 comments:

OBSERVADOR disse...

Já tinha lido o texto de Emídio Rangel.
É evidente que não concordo com ele, na totalidade.
Mas há algo, nas entrelinhas, que é preciso compreender.
E há (algumas) verdades de que não se deve ter medo falar.

Rangel exagerou? Talvez.
Devemos, contudo, respeitar a opinião dos outros, sejam quem forem.

Façamos, então, esse elementar exercício.

Dualidades disse...

Creio que isto é como tudo. A razão deve andar algures pelo meio das duas opiniões.

Dualidades JP

Jonix disse...

acho que muita gente ainda não compreendeu que os professores não se opõe ás avaliações, mas sim a como estas são feitas.

Perante o que o governo diz, basta que por exemplo um membro do conselho directivo não goste do professor X e com esta lei tem logo poder de "LIXAR" a vida do professor (e sim eu disse LIXAR). A vida de professor (e só por lá passa é que sabe, todos os outros nem conseguem sequer imaginar o que é) já é extremamente dificil e ganham na sua maioria uma miséria. Com esta nova lei, nem vale a pena sequer ser professor.

Se já temos ignorante por tudo quanto é lado (inclusivé no poder), com esta nova lei, mas vale entregarmos o país aos estrangeiros.

Viva a dita(dura)!

Elvascidade disse...

E que tal se explicassem e expusessem propostas, se os deixarem, Claro!

Anónimo disse...

Não me cansarei de repetir: com a displicência de quem, a sorrir colhe flores, a Dina faz parar o "transito" pondo frente aos nossos olhos o dever de opção pela escolha do caminho.
Obrigada - maria josé

Maria do Consultório disse...

Muito bom, Dina.
Muito, muito bom.
beijo

Paulo Carvalho disse...

Obrigado Jonix e Dina pelo link no vosso bem conseguido blogue!
Ando a semear por onde posso a minha mensagem (aqui vai em especial para o sr OBSERVADOR do 1º comment)de que todos os professores aceitam opiniões de toda a gente, concordam que há maus docentes e até ( a curtíssimos espaços) que o Sr Rangel diga algum traço de verdade. Mas ATENÇÃO: por amor de Deus compreendam de uma vez que o que me indigna e a todos os docentes é a ofensiva, cruel e injuriosa linguagem usada. Leiam as opiniões de Sousa Tavares, Pedro Pinto, Fernando Madrinha, António Monteiro e verão como é possível pensar mal dos professores, sem se ser grosseiro, rude, mesquinho, vil e mal-criado!

muito obrigado
Paulo carvalho

Blogues da Minha Filha

Seguidores

Arquivo do blogue